PMDS

Ciclo Performativo "Geometria Sónica"

9 mar | 21h30

CICLO PERFORMATIVO GEOMETRIA SÓNICA

Curadoria TREMOR

PMDS

9 mar 2019

21h30

Blackbox

.

INFORMAÇÃO DE BILHETEIRA

Ingresso: 5 € | Lotação limitada

Os bilhetes podem ser adquiridos de terça a domingo, das 10h00 às 18h00, na receção do ARQUIPÉLAGO. No dia do evento, a bilheteira reabre na Blackbox, a partir das 20h30. Reservas através do 296 470 130 ou acacinfo@azores.gov.pt.

/

PMDS é um projeto de música eletrónica ambiental / techno / experimental, que acontece pelas mãos de Pedro Sousa e Filipe Caetano. O primeiro com formação clássica em piano e o segundo com muitos quilómetros de pistas de dança, ambos com uma paixão (des)controlada por equipamento analógico, sintetizadores e gadgets que só outros amantes semelhantes conhecerão.
Ao vivo, pegam em parte desse arsenal sónico e fazem questão de fazer uma viagem sonora ao
subconsciente, às memórias desvanecidas, ao pensamento abstrato, tocando e manipulando os instrumentos no momento, sem rede, permitindo acontecer algo cada vez mais raro em concertos – o erro humano. É essa dose de improviso que faz com que cada concerto tome caminhos diferentes, muitas vezes desconhecidos aos próprios intervenientes.
Pedro Sousa tem como base o seu piano, caracteristicamente envolvido em delays e reverbs, acompanhado de sintetizadores e instrumentos eletroacústicos que construiu. O controle da linha temporal, baterias e baixos, são a responsabilidade de Filipe Caetano, não tratasse ele os bpms por tu.
As suas influências são diversas, mas não dispersas, sendo percetível o gosto pela eletrónica alemã dos anos 70 como Tangerine Dream, os trabalhos para cinema de Peter Gabriel e Trent Reznor, Air, Nils Frahm ou Jon Hopkins.

Voltar à Programação