Transformatório

Themlitz & Companhia

26 mar - 31 dez 2022

For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

EXPOSIÇÃO

Transformatório

Themlitz & Companhia

26 mar – 31 dez 2022

 

O Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas apresenta a exposição da artista Susanne Themlitz “Transformatório – Themlitz & Companhia”.

Themlitz irá ocupar as caves do Arquipélago durante os próximos 9 meses, numa exposição que se quer instalação e que se irá construindo, modificando e adaptando, através do convite a várias comunidades para trabalharem e se envolverem em diferentes fases deste projeto. 

João Mourão, curador desta exposição, explica que a artista pensou “a exposição como um processo e uma junção de vozes, a Companhia. Ao longo do período da exposição haverá uma diluição da autoria e, em vários momentos, comunidades diferentes, serão convidadas a interagir, intervir e participar na exposição. As alterações, os acrescentos, as interações são parte integrante desta exposição. E nesta, tal como numa viagem, as paisagens serão sempre diferentes, mesmo quando passamos repetidamente no mesmo local.” 

 

Susanne S. D. Themlitz nasceu em Lisboa, em 1968, vive e trabalha entre Colónia e Lisboa. 

Estudou Artes Visuais entre 1987 e 1995 no Ar.Co. (Lisboa), na Royal College of Art (Londres) e na Academia de Arte de Düsseldorf. 

Uma seleção das suas exposições individuais inclui: Dentro, Galeria Vera Cortês (Lisboa, 2022); Um berlinde no chão, quase no meio da sala, Casa da Cerca (Almada, 2021/22); Momento Monumento, Porta 14 (Lisboa, 2021); Longe. Desvelado. Ao vento. Sismógrafo (Porto, 2020); The Still Life of Landscape, Matjö Raum für Kunst (Colónia, 2019); El silencio cerca de la línea, Galeria Ángeles Baños (Badajoz, 2019); Três linhas, um canto vezes quatro. E uma paisagem., Galeria Vera Cortês (Lisboa, 2018); Respiração. Pausa – Entre dois pontos , Galeria Vera Cortês (Lisboa, 2016); Le loir est rendormi, Galeria Houg (Paris, 2015).  

O seu trabalho tem sido incluído em exposições coletivas de instituições e galerias tais como: Galeria Alex Serra (Colónia, 2022); Fundação Calouste Gulbenkian (Lisboa, 2021, 2016, 2012, 2004); Culturgest (Lisboa, 2021, 2013, 2003, 2000); Museu Apard Szenes – Vieira da Silva (Lisboa, 2021, 2019, 2013, 2002); CAAB (Beja, 2021); Museu MEIAC (Badajoz, 2021, 2003); Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso (Chaves, 2020); Galeria Frank Schlag (Essen, 2020); Kunsthalle (Düsseldorf, 2019); Kulturbahnhof (Eller, 2019); Casa da Cerca (Almada, 2019); Fundação Eugénio de Almeida (Évora, 2019); The Kreeger Museum (Washington, 2018); Carreau du Temple (Paris, 2018); Museu do Oriente (Lisboa, 2017); Galerina Steiner (Berlim, 2016); Rompone Kunstsalon, Colónia (2016), Arquipélago (S. Miguel/Açores, 2015), Museu de Arte (Huelva, 2015),  MAC Elvas (2014); Galeria Martina Kaiser (Colónia, 2013); Fundação Hans-Peter-Zimmer (Düsseldorf, 2012); Centro Cultural de Belém (Lisboa, 2010, 2009, 2007); Museu Pátio Herreriano (Valladolid, 2008); MACUF (La Coruña, 2008).  

O seu trabalho está representado em várias coleções, tais como: CACE, Caixa Geral de Depósitos/Culturgest, Câmara Municipal de Lisboa, Coleção António Cachola, Coleção Figueiredo Ribeiro, Coleção Norlinda & José Lima, Fundação Calouste Gulbenkian, Fundação Carmona e Costa, Fundação Centenera, Fundação EDP, Fundação FLAD, Fundação Plmj, Fundação Serralves, MEIAC Badajoz, Museu Amadeo de Souza-Cardoso, Museu Bordallo Pinheiro, Museu MAS Santander e PAAM Miami. 

 

Back to Calendar of events