70 Anos da Declaração Universal
dos Direitos Humanos

Exhibition

3 - 10 Dec 2019

For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Exposição

70 Anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos

3 dez 2019 – 6 jan 2020

Piso 1 Loja

//

O ARQUIPÉLAGO – Centro de Artes Contemporâneas recebe, entre 3 de dezembro de 2019 e 6 de janeiro de 2020, uma exposição de cartoons sobre Direitos Humanos.

A exposição, organizada pelo Museu Nacional da Imprensa (MNI) e promovida pela CRESAÇOR, reúne cerca de 50 trabalhos de artistas de 43 países e constitui uma oportunidade para celebrar o 70º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotada pela ONU a 10 de dezembro de 1948, em Paris.

A evocação iniciou-se na sede do MNI, em dezembro do ano passado, com desenhos de várias edições do PortoCartoon e espalhou-se por diversos países, de Portugal ao México. Neste contexto, criou-se uma “Rota do Humor pelos Direitos Humanos”, como forma de sublinhar a importância do cartoon como linguagem que contribui para a reflexão sobre grandes causas da humanidade.

Cartunistas relevantes, vencedores de vários prémios em certames internacionais, estão representados nesta mostra que ficará patente no ARQUIPÉLAGO – Centro de Artes Contemporâneas até 6 de janeiro 2020.

Esta mostra internacional, com a curadoria do diretor do Museu Nacional da Imprensa, Luiz Humberto Marcos, tem o apoio institucional da Comissão Nacional UNESCO.

No âmbito da semana dos Direitos Humanos, irá ter lugar no Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, uma Mesa Redonda “O Poder da Mensagem”, partindo da premissa de que o conteúdo da mensagem, nas suas diferentes formas, constitui o elemento central para a promoção e defesa dos Direitos Humanos.

“A mesa redonda pretende ser um espaço de reflexão sobre o poder de comunicar, transversal a todas as esferas sociais, mas que ganha ainda maior importância quando é feito por agentes com poder de influência. Desafia-nos a pensar no dilema dos profissionais em permanecerem factuais enquanto contam histórias humanas, a explorar o impacto do preconceito inconsciente no conteúdo e na produção criativa, ao mesmo tempo que nos desafia a desconstruir o incitamento ao ódio e a conhecer exemplos de como o preconceito inconsciente pode influenciar a tomada de decisão.”

 

Back to Calendar of events