Alicia Pardilla
El principio de la incertidumbre

EXPOSIÇÃO

30 nov 2019 - 26 jan 2020

For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Alicia Pardilla El principio de la incertidumbre

30 nov 2019 até 26 jan 2020

Residências Artísticas

 

O ARQUIPÉLAGO – Centro de Artes Contemporâneas, em parceria com o Centro de Arte La Regenta, acolhe o novo projeto de Residência Artística da artista Alicia Pardilla.

//

Biografia

Las Palmas de Gran Canaria, 1981.

Formado entre Tenerife, Barcelona e Málaga, sempre esteve ligado ao exercício artístico de diferentes áreas. Pesquisa compreendendo a arte como ferramenta de expansão do conhecimento, como veículo de questionamento, comunicação e transformação. É formada em Belas Artes pela Universidade de Barcelona em 2006, nas especialidades de Pintura e Imagem. Ele obteve o Mestrado em Produção Artística Interdisciplinar da Universidade de Málaga com honras em 2018.

Atualmente, além de desenvolver projetos artísticos pessoais, ele pesquisa e desenvolve projetos que vinculam educação artística crítica, mediação sócio-comunitária em ambientes vulneráveis ​​e prática artística. Leciona sessões regulares de arte em seu estúdio (www.heimlichstudio.com) e está desenvolvendo uma tese de doutorado sobre processos de produção artística baseados em práticas relacionais da situação e experiência, através da Universidade do País Basco / Euskal Herrilo Unibersitatea (UPV / EHU).

 

Sinopse

Em 1854, Henry David Thoreau escreveu na sua obra Walden: “Qualquer mudança é um milagre que podemos contemplar; mas é também um milagre que ocorre a cada instante”. Esta declaração de Thoreau convida-nos a parar e observar aquilo que acontece em nós e à nossa volta, revelando-nos que a nossa vida está em transformação contínua. É frequente vermo-nos em processos de transição nos quais nos dirigimos para algum lugar novo, desconhecido, do qual não temos referências prévias ou até, por vezes, não sabemos para onde nos estamos a mover. Nestas situações novas, de mudança, a incerteza instaura-se como um espaço no qual discorremos, erramos ou deambulamos.

O princípio da incerteza procura fazer visível e materializar este estado através de peças e situações que são propostas ao espectador, olhando para a situação de incerteza como um lugar para a reflexão, para a aquisição de conhecimento e para a criação, oferecendo ao espectador a oportunidade para construir a sua própria leitura ou solução a partir da experiência de criação na qual é convidado a participar.

Neste sentido, o público atravessa a proposta expositiva através do caminhar, através da prática artística, através da prática estética, já que transformará o espaço físico da sala com as suas ações e intervenções, transformará o outro e ressignificará a paisagem pessoal de cada um. Assim, o espectador percorrerá o território do íntimo na experiência de ir até.

Back to Calendar of events