OPEN STUDIO
FRANCISCO JANES E LAETITIA MORAIS

RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS | GEOMETRIA SÓNICA

15 julho | 14h00-16h00 das 14h00 às 16h00

OPEN STUDIO

Francisco Janes e Laetitia Morais

15 julho 2018

14h00 às 16h00

Os artistas Francisco Janes e Laetitia Morais estão desde o passado dia 3 de julho em residência no Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas no âmbito do projeto “Geometria Sónica”. A 15 de julho, entre as 14h00 e as 16h00, irão estar no espaço das Residências Artísticas para mostrar o trabalho que têm vindo a desenvolver neste período de residência.

Os trabalhos desenvolvidos pelos artistas Francisco Janes e Laetitia Morais, durante o período de Residência no Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, integrarão o 1º ciclo expositivo do “Geometria Sónica”, que estará patente de 11 de agosto a 21 de outubro de 2018 neste Centro de Artes.

/

NOTAS BIOGRÁFICAS

Francisco Janes (PT, 1981) é um realizador e artista Português cujo trabalho cresce em torno do som, dedicado a um conhecimento da experiência. Cresceu e trabalhou em Lisboa, estudou filologia na FLUL e fotografia no Ar.co entre 2003 e 2007. Foi Bolseiro Ernesto de Sousa em Nova Iorque em 2008 e em 2012 obteve em Los Angeles o MFA em filme na CalArts, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian. Nos últimos cinco anos trabalha a partir de Vilnius, onde tem família.

Laetitia Morais (FR, 1984) Artista plástica, formada pela FBAUP em 2006 e actual doutoranda na ZHDK e Kunstuniversität Linz. Procura reencenar no seu trabalho situações iminentes, práticas inoperantes ou gestos imprecisos, adequando-os a diferentes registos, nomeadamente vídeo, desenho e instalação.

Apresentou trabalhos em galerias e eventos dos quais se destacam Galeria Faticart, Roma; General Public, Berlim; Rewire, Haia; Peacock Art Centre, Aberdeen; Elbphilharmonie, Hamburgo; Kvitvechir, Kiev; Störung, Barcelona; Casa das Mudas, Madeira; ZDB, Lisboa; Cynetart, Dresden; EME, Palmela; Mózg, Bydgoszcz; Mota Museum, Ljubljana; EIF, Nova Iorque; CIAJG, Guimarães; Galeria Municipal do Porto, Porto e Universidade de Nova Iorque New York, Abu Dhabi.

A fundação Calouste Gulbenkian e a Flad atribuíram ao projecto “Missing for ten years” a Bolsa Ernesto de Sousa 2011.

Voltar à Programação